[ editar artigo]

Por que Aécio Neves é tão importante para o cenário político?

Por que Aécio Neves é tão importante para o cenário político?

Por que Aécio Neves é tão importante para o cenário político? Porque ele protagonizou nas últimas eleições o polo contrário à corrente política que por tantos anos vista pela sociedade como antagonista dos governos de Lula e Dilma.

Inclusive, Aécio Neves quase foi presidente numa das eleições mais disputados dos últimos tempos em qualquer esfera política. Aécio era o protagonista de uma força crescente que estava tomando conta do vácuo que o PT deixou após o impeachment de Dilma. Só isso já daria ao príncipe o foco de uma sociedade carente por soluções.


Resultado de imagem para stf  faz aécio ser réufonte: El País Brasil


No entanto, Aécio sucumbiu ao poder. E quanto mais se investiga, mais há certeza que a conduta do senador não demonstra uma fraqueza gananciosa, mas uma prática contínua ao longo de sua carreira. Aécio deixou uma grande gama de eleitores com a sensação de traição. Quantos cornos e cornas políticas Aécio produziu Brasilzão afora?

Hoje Aécio é réu de seu primeiro inquérito. No entanto, ainda há tantos outros que virão com grau de intensidade maior e menor. O conjunto da obra ainda não sabemos, mas está na agenda de trabalho da procuradoria da república.

Aécio hoje é réu depois de protagonizar episódios de conduta ética dignas dos grupos mafiosos italianos na época de Chicago dos anos vinte. E enquanto o povo fala de Lula, Aécio fica no cantinho comendo quieto. Só que precisamos estar atentos para ele também sofrer as consequências da justiça.

E o buraco pode abrir mais ainda para o tucano

Enquanto a justiça está focada nas denúncias dos açougueiros, Paulo Preto tenta de todas as formas gastar as balas que tem antes de aceitar qualquer tipo de delação premiada. Agora fiquem seguros, pois a força de Paulo Preto para o PSDB está diretamente proporcional ao que o doleiro Alberto Youssef tem para a coalisão PT / PP / MDB.

Se Paulo Preto falar, a casa cai para todos os grandes líderes dos tucanos. Vamos torcer para que isso aconteça! Não sejamos condescendentes com o príncipe mineiro. Que a justiça esteja só começando a análise da conduta tal qual foi minuciosa ao investigar os meandros dos petistas já condenados.

Os efeitos do amigo maldito para o PSDB paranaense

Por isso, Aécio é tão importante para a regulação das expectativas paranaenses, porque ele está associado, diretamente, ao agora candidato Beto Richa ao senado. O amigo maldito, abandonado pela bancada tucana paranaense, não sai mais na foto com ninguém. Quem há de querer no palanque de um pleito o príncipe?

Inclusive, nestes dias de embate da justiça perante a opinião pública, parece que os tucanos não saem nem de casa. Ninguém se manifesta perante a pauta do dia. Quem é que vai falar do colega agora réu? Os tucanos não querem nem lembrar que essa matéria está em pauta hoje na mídia.


Resultado de imagem para beto richafonte: revistaforum.com.br


Beto Richa que está acendendo velas para não cair nas garras da força tarefa que está fazendo uma guerra contra a corrupção. Betão, provavelmente, nem está pensando no amigo maldito, uma vez que também está com um olho na urna eletrônica e outro na justiça de primeira instância agora.

Além disso, Beto também está fazendo pressão no grupo político ao qual faz parte para forçar a candidatura do filho Marcello Richa para uma vaga na assembleia legislativa do Paraná, e isso está estressando a base. Isso porque o pessoal anda reclamando dessa barra forçada para o herdeiro do nome tradicional na política paranaense. Será que era a hora, Beto? Você pode ler mais a este respeito no blog do João Frey.

Igual a Beto está Gleisi Lula Hoffmann, que também está no pleito para a reeleição ao senado, mas poderá ser julgada diretamente no STF pela sua participação na Lava Jato. Ela poderá estar em plena campanha eleitoral enquanto se divide entre os palanques e as audiências de seu caso.

Aécio é importante também porque ele representa a isenção da justiça perante a sociedade. Assim, o poder judiciário demonstra sua isenção, mesmo que os românticos digam que isso nada tem a ver com os efeitos políticos que os donos das togas pensam.


Senador concede entrevista após decisão do Supremo Tribunal Federal de receber denúncia contra elefonte: Jefferson Rudy/Agência Senado


Agora deveremos ter um repeteco da disputa dos candidatos de 2014. Com Dilma lutando para ser representante de Minas Gerais pelo Senado, Aécio deve buscar alguma força política, se é que isso seja possível. Só não terei pena dos mineiros, porque aqui no Paraná seremos também castigados com nomes descreditados em todos os aspectos. Haja paciência!

Aécio, como era esperado, agora é réu e está começando sua jornada do anti-herói. O incauto príncipe, depois da decisão da primeira turma do STF, deu entrevista dizendo aquilo que está dizendo há muito tempo, ou seja, que tudo isso é apenas um engano. Ele não tem culpa de nada e não existe prova para a condenação que a justiça poderá lhe dar. Aonde mesmo que eu ouvi isso nos últimos tempos?

Estado Cidadão
Rafael Cardoso
Rafael Cardoso Seguir

Um cidadão que deixou de ser passivo para trazer luz e ambiente à discussão social e político.

Ler conteúdo completo
Indicados para você