[ editar artigo]

Pesquisas eleitorais fecharão alianças políticas no Paraná

Pesquisas eleitorais fecharão alianças políticas no Paraná

Pesquisas eleitorais fecharão alianças políticas no Paraná. Esse será o fator determinante para a composição das eleições  de 2018. Qualquer pessoa que especular fora deste cenário de aferição pode apostar, cegamente, no futuro do palácio Iguaçú.

Apesar de ter grandes expectativas românticas sobre este pleito, confesso que fico um pouco frustrado com a constatação disso. Queria ver outros critérios para a formação de propostas mais justas. Entendo como proposta justa aquela que privilegia plano de ação administrativa pública baseada em princípios e valores de responsabilidade política.

Não que eu tenha algo contra algum político ou partido, mas quando vejo a valorização das alianças para a manutenção do poder para ficar no poder, fico com a sensação de que nada muda.

Há hoje em dia tantas pessoas que estão se dispondo a discutir o universo político, grupos e entidades apartidarias que se posicionam de forma diferente ao que estamos acostumados, tantas oportunidades de efetiva renovação, que não entendo como isso não influencia a mudança de mindset do povo.

A guerra dos bastidores nas eleições do Paraná

Está declarada a guerra entre o grupo político, liderado por Ratinho Junior, e o grupo político do governo, "liderado" por Cida Borghetti. Esta última líder está com bastante aspas, isso porque quem efetivamente está no comando é Beto Richa, mesmo que na sombra da governadora. 

A guerra em questão se trata da queda de braço que está acontecendo entre Ratinho Junior e a governadora. Ambos querem ser cabeça de chapa, mas precisam antes travar uma guerra de influências sobre quem é mais forte dentro do cenário político cheio de conluios obscuros.

Cida já mandou cortar uma série de regalias para os deputados que estão no grupo político do filho do apresentar mais popular do Paraná. Assim, o pré-candidato também resolveu usar sua força para dar um ultimato ao governo. E assim será até as próximas pesquisas. Isso porque elas determinarão o desenho político para o pleito em outubro.

Caso as pesquisas não mudem drasticamente o cenário popular, Cida deverá se curvar ao influencer político Ratinho Junior e provavelmente será vice de novo como governadora. Ratinho, portanto, terá a máquina do governo a seu favor, além do apoio de Beto Richa. Além disso, também poderá existir a costura política envolvendo Osmar Dias, que se lançará candidato ao Senado Federal e poderá atrapalhar os planos do ex-governador.

Veja como é complexa a corrente de interesses que estão em movimento nos bastidores da política do Paraná.

Agora lhe pergunto: onde estão as propostas? Os planos de ação? Os objetivos administrativos, sociais, culturais, educacionais e gestão de segurança? O que importa para este pessoal que insiste em estar na vida política?

Não sei. Eu não vi absolutamente nada que seja apenas conluios sobre a hegemonia de manutenção do poder. O poder pelo poder que há tanto tempo sempre está em evidência como um parâmetro corrupto capaz de acabar com todo um sistema social. Não sei aonde estão nossas esperanças.

Esta prática política não é o ponto fundamental. Infelizmente, somos todos compelidos a desmandos políticos porque não compreendemos como faze valer nossa vontade como comunidade. Portanto, quando vemos estes movimentos de grupos em busca do poder simplesmente pelo poder, devemos entender que somos nós os responsáveis pela mediocridade instaurada nos ambientes políticos.

Somos nós os culpados de um estado desarticulado socialmente. Quando vemos filas intermináveis de serviços públicos, pode ter certeza que somos nós os culpados por não entender a dinâmica da ética no momento do voto. E eu, parte desta comunidade que vota, também preciso entender isso. No entanto, entender não significa aceitar. E por isso, eu deixo meu estado de comodidade, saio da zona de conforto para escrever agora todos os dias sobre o que eu vejo no cenário político. Eu estou realmente dando minha contribuição para acabar com essa mediocridade.

A guerra que está acontecendo afetará a vida das pessoas que estão vivendo suas vidas. Sim. Elas que não têm nada a ver com o conluio dos políticos. Como essa consequência será evidente? Quando você pagar o preço de produtos e prestação de serviços. Ali estão inseridos inúmeros tributos estaduais, municipais e nacionais. A quantidade de impostos que pagamos é absurda. E o dinheiro arrecadado não tem seu devido valor para a população. No entanto, para os bastidores, torna-se uma moeda de troca, porque o dinheiro público versa o poder do Estado, o poder político.

Preste atenção aos próximos dias e semanas. Nada de novo entrará no escopo político. Isso porque eles ainda não estão preocupados em se comunicar com a população. Por enquanto, ainda estão buscando alianças e poder político para enfrentar o pleito. Propostas? Pra que? Isso nunca ganhou eleições!

Fuja do voto amigo! Fuja do voto camarada! Entre de cabeça nessa eleição com o compromisso de buscar um nome pela sua crença e visão de mundo. Assim construiremos um governo que irá se preocupar em ter compromisso com propostas, independente de sua aspiração oligárquica ou herança partidária.

Fuja das promessas!

Estado Cidadão
Rafael Cardoso
Rafael Cardoso Seguir

Um cidadão que deixou de ser passivo para trazer luz e ambiente à discussão social e político.

Ler conteúdo completo
Indicados para você