[ editar artigo]

Marina Silva poderá ser a próxima presidente do Brasil

Marina Silva poderá ser a próxima presidente do Brasil

Marina Silva poderá demonstrar a vingança da maior vítima nas últimas eleições. A resiliência da candidata da REDE, contrariando todas as expectativas, poderá realmente ser mais presidente do Brasil do que jamais chegou.

Ela que quase se tornou a comandante da República nas eleições de 2014, acabou virando referência das famigeradas fake news, sem a força de enfrentamento que pudesse igualar a bestialidade dos marqueteiros do PT.

Ela mesma sempre disse que nunca se arrependeu de ter perdido as eleições por não devolver as mentiras que fizeram sua candidatura ruir lamentavelmente naquelas eleições.

Por que Marina Silva pode ser presidente?

Aquilo que poderia ser a solução para a estratégia maluca do Partido dos Trabalhadores, acabou capitalizando para Marina Silva o eleitorado que se identifica com a figura de Lula. Ao contrário das expectativas, Haddad deixa de ser a referência dos eleitores que preferem Lula, mesmo preso e impedido. É Marina quem capitaliza este capital político ao ponto de dobrar o índice de preferência nas pesquisas. Esse índice é visível nas três pesquisas eleitorais que foram divulgadas. Tanto nos números dos institutos CNT/MDA, Ibope e Datafolha, quanto nas expressões das redes sociais nos debates televisionados, Marina Silva realmente assume bastante expressão, principalmente no último debate, quando antagonizou um embate, mesmo que tímido, contra Bolsonaro.

Mesmo sem expressão nenhuma na propaganda obrigatória eleitoral, aquela moeda valorizada pelos partidos do centro, Marina Silva demonstra força de engajamento e poder de produção de conteúdo, inclusive, contando com a direção audiovisual de Fernando Meirelles, o cara que mudou o cinema brasileiro com o filme Cidade de Deus.

Marina Silva ganha no segundo turno contra Bolsonaro

A estratégia de Marina Silva é chegar ao segundo turno. Ao realizar este objetivo, principalmente contra Bolsonaro, ela será a grande capitalizadora das frentes contrárias ao radicalismo de Bolsonaro.

Marina Silva tem bom trânsito político pelas diferentes forças. Prega em seus discursos uma convergência de forças em prol da ética na gestão governamental e a valorização de notáveis dentro das áreas de gestão pública que podem organizar o país. Neste entendimento, ela capitaliza forças diferentes para um caminho construtivo. Este comportamento também desmistifica a falácia sobre sua falta de força política para conquistar o apoio do Congresso Nacional.

Marina Silva é exemplo de resiliência, responsabilidade cívica e persistência. Poderemos a partir destas eleições colocar no poder uma mulher que não representa uma política velha, apesar de sua larga experiência e tempo na vida pública. Marina Silva é a ruptura das oligarquias e uma história nobre de superação em busca de um futuro. Quem acha que os Estados Unidos é o país da prosperidade, não conhece o brilho no olho do povo brasileiro.

Seja qual for o resultado, vale a pena ver o que ainda virá sob a perspectiva de um caminho sóbrio diante de candidatos tão excêntricos nestas eleições de 2018.

Estado Cidadão
Rafael Cardoso
Rafael Cardoso Seguir

Um cidadão que deixou de ser passivo para trazer luz e ambiente à discussão social e político.

Ler conteúdo completo
Indicados para você