[ editar artigo]

Chega de palhaçada nestas eleições de 2018

Chega de palhaçada nestas eleições de 2018

Chega de palhaçada nestas eleições de 2018! Eu só escuto movimentos políticos em prol de estratégias "politiqueiras". Leio os jornais todos os dias, assisto e escuto programas políticos todos os dias! E não encontro uma mínima palavra sobre proposta! O que estes políticos querem propor para os próximos anos?

Devo ser um louco cobrando planejamento para 4 anos! Como sou palhaço!

Vamos lá! Vamos discutir então 2019? O que é possível desejar para 2019 em nossa comunidade paranaense? Será que isso é possível?

Não vejo uma alma viva falando sobre o que teremos como amadurecimento social para 2019! Qual a proposta ou linha de pensamento? O que teremos como foco de atuação dos políticos? Qual a área de prioridade da plataforma política?

Caraca! Quantos questionamentos! Pois é. Imagina a minha angústia ao ver que estamos em abril. E nada no horizonte político como efeito de resgate da credibilidade dos nossos governantes.

Sabe o que eu acompanho? Quais as alianças políticas que serão concretizadas para garantir tempo de televisão? Que ódio disso!

Não! Não quero mais isso!!!

Quando os políticos não criam propostas para o debate na sociedade, eles apenas estão exercitando a mesma prática política que fundou o contexto do Mensalão, do Propinoduto e da galera caçada pela Operação Lava-Jato. Isso é o tal governo de coalisão! A praga que levou o Brasil para o buraco!

Este tal governo de coalisão é aquilo que garante o poder para as forças políticas lotando todas as esferas públicas de mediocridade política ao invés de especialistas comprometidos com o dever cívico de ser representante do povo.

Este tal governo de coalisão virou matéria de investigação durante as inúmeras incursões da Polícia Federal nas esferas empresariais e políticas revelando um esquema bizarro de corrupção. Aliás, deveria se chamar governo de corrupção e não coalisão.

O reflexo da corrupção

Acorda! Você provavelmente vê todos os dias o reflexo da corrupção!

E estes são pequenos exemplos das consequências que você deve ver constantemente em seu cotidiano. Enquanto isso, adivinha quem estão com o dinheiro dos nossos impostos?

Se for para fazer palhaçada, então vamos pedir a volta do Bozo! Vamos lutar pela presença da Vovó Mafalda!

Se bem que se a gente fizer isso é capaz do Tiririca realmente ser presidente do Brasil.

Somos merecedores de respeito! Afinal de contas, vejam quanto fomos resilientes até agora com essa roubalheira desenfreada! Chega de discursos populistas! Chega de promessas fantasiosas! Está na hora dos políticos exercitarem algo terrivelmente difícil para eles: propostas!

Vamos começar elaborando propostas que levem em consideração o mínimo do mínimo?

Que tal tocar num assunto de interesse dos eleitores? Vamos falar de corrupção? O que você, político, irá fazer para diminuir a teta pública? O que você, político, irá fazer para acabar com a corrupção?

Precisamos discutir temas que antes nem tínhamos em pauta. Isso porque os cubanos não tinham se motivado a atravessar a fronteira de Rondônia. Para quem não sabe, existe um movimento migratório sendo realizado pelo governo brasileiro distribuindo os estrangeiros que estão chegando ao Brasil completamente arrasados. Venezuelanos em massa estão sendo largados em São Paulo para aliviar o estado crítico que se encontra a cidade de Rio Branco. E a próxima cidade a receber os venezuelanos de Rio Branco é Curitiba.

O que o governo paranaense fará para solucionar a infra-estrutura necessária para atender os estrangeiros depositados nas fronteiras da capital por veículos fretados por Brasília?

E como o governo paranaense lidará com o escambo criminal arraigado na fronteira com o Paraguai, Uruguai e Argentina? Os índices de violência na tríplice fronteira nunca foram tão grandes!

Que tal a gente discutir segurança pública? Vamos ter mais policiais na polícia militar? Que tal dar mais estrutura para as polícias e aumentar os salários dos policiais que lidam diretamente como o escudo da sociedade?

E as escolas estaduais abandonadas pelo governo? Como vamos resgatar a qualidade de ensino de décadas passadas? Não conseguimos ter um Estado que remunera dignamente os professores! Que tal parar de gastar com propaganda e pagar o décimo terceiro dos servidores públicos?

Esse tipo de discussão deve ser levantado pelo eleitor. Assim os políticos que desejam se candidatar ao pleito de 2018 terão mais responsabilidade para dar a cara. Senão, viveremos como palhaços.

Chega de palhaçada!

Estado Cidadão
Rafael Cardoso
Rafael Cardoso Seguir

Um cidadão que deixou de ser passivo para trazer luz e ambiente à discussão social e político.

Ler conteúdo completo
Indicados para você